Desafio é combate a violência e espaço político, avalia subsecretária

Os deputados realizaram uma solenidade para homenagear as mulheres de destaque em Mato Grosso do Sul. Entre os desafios citados está o combate a violência e o espaço para elas no campo político, assim como cargos públicos. Foi o que explicou a Subsecretaria Estadual da Mulher, Luciana Azambuja.

“Esta solenidade serve para termos uma reflexão sobre nossos desafios daqui para frente. A violência (contra a mulher) e a política devem estar no centro dos debates, inclusive neste ano que teremos eleições municipais”, disse Luciana, ao final do evento da Assembleia, que prestigiou 24 mulheres, com a entrega do troféu “Celina Jallad”.

Ela ponderou que a pasta está realizando junto com a OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil de MS), uma série de eventos, palestras e oficinas sobre a importância das mulheres participarem do cenário político. Na Assembleia Legislativa não foi eleita nenhuma deputada em 2018 e na Câmara Municipal são duas representantes – Dharleng Campos (PP) e Cida Amaral (Pros) – entre 29 vereadores.

No campo da violência, a dirigente citou que foram 31 feminicídios no Estado em 2019 e já chegou a 6 apenas nos dois primeiros meses do mês. “Temos um plano estadual em vigor para combater esta situação e vamos trabalhar para reduzir os índices”.

Presidente da Assembleia, o deputado Paulo Corrêa (Foto: Luciana Nassar/ALMS)
Presidente da Assembleia, o deputado Paulo Corrêa (Foto: Luciana Nassar/ALMS)

Espaço – O presidente da Assembleia, o deputado Paulo Corrêa (PSDB), ponderou que no Legislativo haverá o devido espaço para as mulheres e que na ausência de representante no Parlamento, os demais deputados têm o compromisso de apresentar projetos, propor debates, fazer campanhas e ações sobre o tema. “Aqui as mulheres têm voz sim e bem alto”.

Homenagem – Uma das homenageadas foi Yhossina Velasquez, de 33 anos, que trabalha como gari em Campo Grande. Ela foi indicada pelo deputado João Henrique Catan (PL) para receber a honraria no Parlamento.

“Já estou há quatro anos neste trabalho e fico muito feliz por desempenhar minha função, que tem a missão de deixar as ruas limpas para população”. Com seis filhos, ela diz que é importante a mulher no mercado de trabalho, dando sua contribuição. “Estou contente em representar as mulheres que têm filhos e dão duro no trabalho”.

Fonte: Campo Grande News

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here