MS vai receber novo lote capaz de concluir aplicações da segunda dose da Coronavac

Secretaria Estadual de Saúde (SES) informou que Mato Grosso do Sul receberá 85 mil doses da Coronavac, quantia suficiente para concluir segunda aplicação no Estado.

O informativo das novas doses foi enviado ontem (15) pelo Ministério da Saúde. Existe a possibilidade da remessa chegar ainda hoje, mas nenhuma data foi confirmada.

“Não sabemos quando vai chegar, mas vai ser possível zerar todas as D2 faltantes na próxima semana e avançar muito com o ciclo vacinal completo”, disse o responsável pela pasta, Geraldo Resende.

Até a sexta-feira (14), 80.917 aguardavam para receber a D2 no Estado, número que já foi diminuído pelo 21º lote de vacinas, que chegou na última semana com cerca de 13 mil doses da Coronavac.

Junto com as doses da Coronavac, também devem chegar mais imunizantes da Pfizer e da AstraZeneca. Caso o lote aterrisse neste domingo na Capital, a distribuição para os municípios começará na manhã de segunda-feira (17).

Resende informou ainda que o governo Estadual estuda mudar a logística de distribuição. Atualmente, representantes de cada município são responsáveis por buscar as próprias doses em Campo Grande, o que acaba atrasando a chegada das vacinas nestes locais.

Últimas notícias

A SES espera direcionamento do Ministério da Saúde para organizar futuras aplicações da primeira dose da Coronavac. Com o anúncio do Instituto Butantan de que não possui mais insumos para a fabricação da vacina, o destino do imunizante é incerto no país.

“Mas a gente fica aliviado que a gestão [Ministério da Saúde] fez com que nós fossemos atendidos com doses que faltavam”, ressaltou Resende.

Sputnik V

Mato Grosso do Sul, com mais seis estados, assinaram contrato com o Fundo Russo de Investimento Direto (RDIF) na sexta-feira para a importação de 28 milhões de doses da vacina russa Sputnik V.

O Estado aguarda que Anvisa aprove o uso do imunizante no país para poder comprar 2 milhões de doses, com a capacidade de imunizar 1 milhão de pessoas.

De acordo com a última estimativa populacional do governo Estadual, Mato Grosso do Sul tinha cerca de 2,809 milhões de habitantes em 2020.

“Assinamos alguns documentos para fazer a aquisição e estamos esperando a aprovação da Anvisa e consequentemente a assinatura do contrato definitivo da entrega imediata. Se acontecer, vai ser um gol de placa, podemos ser o estado que mais cedo vai sair dessa tragédia”, afirmou o secretário.

A eficácia da Sputnik V, que exige a aplicação de duas doses, é de 91,6%, segundo dados publicados na revista científica “The Lancet”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here