Em formatura de escrivães e investigadores, Governador destaca desempenho da Polícia Civil

Durante a formatura dos 130 escrivães e 94 investigadores, nesta segunda-feira (10), o governador Reinaldo Azambuja lembrou do desempenho da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul – destaque nacional na resolução de crimes e responsável, com as outras forças de segurança, pela queda dos índices de criminalidade.

“Os números e os resultados revelam o trabalho que nós fizemos em Mato Grosso do Sul, com a queda significativa dos índices de criminalidade, o fortalecimento das estruturas de segurança pública e, principalmente, o bom trabalho que vem sendo elencado por muitos como a melhor Polícia Civil do Brasil, pela resolubilidade, pelo trabalho feito, pelo conjunto de forças que adentram a essa estrutura e que tem dado significativo resultado em benefício da nossa sociedade”, disse Reinaldo Azambuja.

O governador também homenageou Mikaill Alessandro Gouvea Faria, responsável pela Delegacia Especializada de Combate a Crimes Rurais e Abigeato (Deleagro). O delegado Mikaill faleceu na última quinta-feira (6), em um acidente na BR-060.

Academia

Os novos integrantes da segurança pública tiveram oito meses de aulas e estágio, totalizando 1.650 horas/aula de formação, entre elas, 450 horas de aulas teóricas na Acadepol, com disciplinas como Direito Administrativo, Direito Penal, Direito Processual Penal, Direitos Humanos, entre outras específicas da função, e 1.100 horas de estágio supervisionado nas delegacias da Capital. Os acadêmicos também fizeram atividades práticas e operacionais, como tiro e defesa pessoal.

Os novos policiais civis fazem parte da turma de aprovados do último concurso público para provimento de cargos da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul, realizado em 2017. “Lutaremos pelo nosso Estado, que tanta confiança depositou em nós”, resumiu a oradora da turma, Michele Vieira.

Para o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Antônio Carlos Videira, a formatura concretiza um trabalho de muita bravura. “Nós podemos resumir este cenário em uma palavra: coragem. A coragem para superar, do governador, de reforçar os quadros da segurança pública mesmo em uma pandemia, dos instrutores e dos alunos, que também se arriscaram. Mato Grosso do Sul tem uma das melhores polícias do país”.

Paraninfo da turma, o secretário de Estado de Infraestrutura, Eduardo Riedel, emocionou-se com a honra de representar o grupo de formandos. “Vocês estão em um bem seleto grupo de homens e mulheres que vão contribuir e muito para a segurança e justiça de Mato Grosso do Sul. A Polícia Civil é destaque nacional e isso se deve à atuação de cada um de vocês. Dentro de um momento desafiador, conseguimos com muita inovação e participação, um caminho para chegar ao momento de hoje. Isso nos deixou ainda mais preparados, de viver todo esse processo de formação em uma situação pandêmica”.

Também prestigiaram a cerimônia o secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica, Sergio Murilo; o presidente da Assembleia Legislativa, Paulo Corrêa; e o delegado-geral da Polícia Civil, Adriano Garcia.

Paulo Fernandes, Subcom

Fotos: Chico Ribeiro

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here