Em meia hora, chuva arranca asfalto, derruba muro de cemitério e invade igreja

Chuva de pouco mais de meia hora, no início da tarde desta segunda-feira, foi suficiente para provocar caos no município de Coxim, distante 245 quilômetros de Campo Grande. A força da água arrancou asfalto, derrubou o muro do cemitério e invadiu casas, comércio e até igreja.

Conforme o professor, Normando José da Silva, 45 anos, há mais de 60 dias não chovia na cidade e desta vez veio causando grandes estragos. “A enxurrada parecia um rio”, descreveu. As ruas ficaram intransitáveis e a água invadiu casas e até uma igreja. Parte do muro do cemitério central também foi derrubada.

Na região central da cidade, a água invadiu estabelecimentos causando prejuízo aos comerciantes, já que produtos expostos nas calçadas foram levadas pela água. Nos bairros, asfaltos foram levados. A cidade deve ser mal planejada, a galera joga lixo de mais nas ruas. A gente já estava esperando uma chuva forte, mas não esperávamos esse estrago. A água subiu muito rápido”, afirmou a vendedora, Luanda Milhomens França, 37 anos.

De acordo com o site Coxim Agora, além da enxurrada que descia pelas ruas e avenidas, uma grande quantidade de pedras, lascas de madeira e galhos de árvores ficaram espalhados em diversos locais. Pelo menos três residências foram alagadas pela água da chuva, duas na avenida Mato Grosso do Sul e a outra no bairro Mendes Mourão.

A Defesa Civil do município informou que a chuva despejou 46,6 mm de água em menos de 40 minutos, Conforme o Coordenador de Proteção e Defesa Civil Gilberto Portela Lima, a quantidade é considerável.

Direto das Ruas – A sugestão chegou ao Campo Grande News por meio do canal Direto das Ruas, canal de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99955-2040, pela ferramenta Fale Conosco ou por mensagem enviada via Facebook.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos devem ser feitos com o celular na posição horizontal.

Fonte: Campo Grande News

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here