Preso por matar motoentregador nega racha e diz que acidente foi por ultrapassagem em MS

Preso em flagrante pela morte de Samuel Pompilio Bernardino de 22 anos, neste sábado (19), em Rio Brilhante a 158 quilômetros de Campo Grande negou que estivesse fazendo racha. Ele disse que uma ultrapassagem havia provocado o acidente.

Flaviano Macena de Oliveira de 26 anos acabou preso após ser levado para atendimento médico, onde foi feito teste do bafômetro que constatou a embriaguez. Flaviano contou estar vindo de Maracaju com destino a Rio Brilhante, por volta das 19 horas de sábado (19) sendo acompanhado por um veículo HB20.

O HB20 fez uma ultrapassagem na rua Prefeito Theofanes de uma motocicleta, e quando Flaviano foi fazer também a ultrapassagem acabou batendo de frente com a motocicleta de Samuel. Após bater no motociclista, o motorista perdeu o controle da direção e atingiu um poste e na sequência uma árvore. O HB20 não foi localizado pela polícia.

Já a durante a madrugada deste domingo (20), o Corolla que era conduzido por Flaviano acabou incendiado. Não se sabe quem poderia ter colocado fogo no carro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here