Com 20 mortes em 24 horas, MS tem 248 óbitos e 17,3 mil confirmações de Covid-19

Mato Grosso do Sul já registra 17.386 casos positivos de , causada pelo novo coronavírus, conforme o boletim epidemiológico desta terça-feira (21). Os números trazem incremento de 749 novos positivos, além de 20 mortes – é o maior registro de óbitos em 24h em mais de 100 dias, conforme pontuou Geraldo Resende, titular da SES (Secretaria de Estado de Saúde). São 248 ao todo até o momento.

Os 749 casos positivos desta segunda fazem incremento de 4,5% na curva, que segue ascendente e com crescimento exponencial. Mesmo expressivo, os números podem ser maiores, já que a base de dados E-SUS VE – alimentada pelos municípios e a partir da qual a SES obtém os números consolidados – segue instável: são 6.349 casos sem encerramento nas vigilâncias municipais.

O boletim traz, ainda, um total de 88.383 notificações de , das quais 62.251 foram descartadas. O Lacen-MS (Laboratório Central de MS) ainda processa 2.397 amostras biológicas – parte delas foram enviadas para laboratórios parceiros, tais como o Instituto Butantã (SP) e a Fiocruz (RJ).

Dados epidemiológicos em 21 de julho de 2020

Com 20 mortes em 24 horas, MS tem 248 óbitos e 17,3 mil confirmações de Covid-19
Foto: SES | Reprodução
Com 20 mortes em 24 horas, MS tem 248 óbitos e 17,3 mil confirmações de Covid-19
Foto: SES | Reprodução

Distribuição dos novos casos

Os 749 novos casos estão distribuídos em 20 municípios, com Campo Grande, mais uma vez, à frente: a Capital tem 204 casos, o que representa quase 27,23% do total. Na sequência vem Dourados, com 105 registros, contra 59 de Bataguassu, 40 de Caarapó, 33 de São Gabriel do Oeste, 31 de Aquidauana, 27 de Iguatemi e Sidrolândia, 21 de Três Lagoas, 19 de Aparecida do Taboado e Coxim, além de 17 de Itaquiraí e 13 de Terenos.

Ladário registrou 10 casos, contra 9 de naviraí, 9 de Amambai e Anaurilândia e 7 casos de Fátima do Sul, Itaporã e Chapadão do Sul. Corumbá registrou 6 casos e Camapuã, Maracaju e Ponta Porã registraram 5 casos, cada. Com 4 positivos estão Rio Verde de MT e Tacuru, seguidas por Batayporã, Paranaíba, Rio Brilhante e Rochedo (3 casos, cada).

Com 2 registros, cada, estão: Anastácio, Corguinho, Deodápolis, Ivinhema, Laguna Carapã, Mundo Novo, Nova Andradina e Sonora. Com um novo registro, cada, estão: Água Clara, Cassilândia, Costa Rica, Inocência, Jaraguari, Nova Alvorada do Sul e Vicentina. Antônio João passa por retificação, com menos um registro.

Com 20 mortes em 24 horas, MS tem 248 óbitos e 17,3 mil confirmações de Covid-19
Foto: SES | Reprodução

Mais 20 óbitos confirmados

O boletim epidemiológico apresentou 20 óbitos confirmados nas últimas 24h, o que resulta em quase uma morte por hora. Vale lembrar, porém, que destes 20 registros, um ocorreu no dia 14 de julho, em Ponta Porã; dois ocorreram no dia 16, em Campo Grande e Corumbá; um ocorreu no dia 17, em Três Lagoas; e um no dia 18, em Itaquiraí – eles não estão no intervalo de 24h do boletim epidemiológico.

Segundo a adjunta da SES, Crhistinne Maymone, tratam-se de óbitos de casos suspeitos cujo exame comprobatório somente agora confirmou que os pacientes tinham . O boletim, portanto, considera a data de confirmação e registro nas bases de dados.

Dentro do intervalo de 24h, estão 8 óbitos que ocorreram no dia 19 de julho; e 7 que ocorreram no dia 20 – 15 mortes, o que ainda seria o maior registro desde o início da série histórica. Vale destacar, ainda, que dos 20 registros desta segunda-feira, um deles não tinha relato de comorbidades – uma senhora de 56 anos que faleceu no dia 16 em Campo Grande.

As 20 mortes por  interferem negativamente na média móvel da estatística, que foi calculada em 9,4 (aumentou). Já são 158 óbitos em julho, contra 70 em junho, 11 em maio, 8 em abril e 1 em março. O incremento aponta crescimento de 125% na comparação entre julho (parcial) e junho.

20 óbitos registrado nas ultimas 24h

Com 20 mortes em 24 horas, MS tem 248 óbitos e 17,3 mil confirmações de Covid-19
Foto: SES | Reprodução
Com 20 mortes em 24 horas, MS tem 248 óbitos e 17,3 mil confirmações de Covid-19
Foto: SES | Reprodução
Com 20 mortes em 24 horas, MS tem 248 óbitos e 17,3 mil confirmações de Covid-19
Foto: SES | Reprodução

Casos ativos e internações

Dos 17.386 casos confirmados nesta segunda, 11.607 estão recuperados e 5.531 são casos ativos. Destes, 5.192 estão em isolamento domiciliar e 349 pacientes estão internados – além de 6 de outros estados que não integram as estatísticas do boletim local.

Com 20 mortes em 24 horas, MS tem 248 óbitos e 17,3 mil confirmações de Covid-19
Foto: SES | Reprodução

As internações contam com 178 pacientes em leitos clínicos (107 na rede pública e 69 na privada, além de dois internados em SP). Em leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), são 177 internações, sendo 112 em leitos públicos e 65 em privados.

Com isso, a taxa de ocupação de leitos cativos para  no SUS (Sistema Único de Saúde) passa por nova alteração: no cálculo que considera tanto pacientes confirmados da doença como os casos suspeitos, a taxa de ocupação dos 710 leitos clínicos disponíveis é de 33% (236 pacientes). Já de UTI é de 54%, considerando 145 internados em um total de 269 existentes.

Vale lembrar as taxas de ocupações globais – que levam em conta pacientes com suspeita de , pacientes confirmados e demais enfermidades: Na macrorregião de Campo Grande, a taxa de ocupação global é de 87% dos 234 leitos de UTI existentes, contra 57% em Dourados (107 leitos), 37% em Três Lagoas (55 leitos) e 72% em Corumbá (22 leitos). Confira as tabelas abaixo para detalhamentos.

Situações do leito em MS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here