Pai conta que matou filho afogado em bacia para se vingar da ex-mulher

Evaldo Christyan Dias Zenteno, 21 anos, preso na tarde de ontem (19) após matar o filho, Miguel Henrique dos Santos Zenteno, de apenas 2 anos, afogado em uma bacia, disse à polícia que matou a criança para se vingar da ex-mulher. Ao ser preso, ele chegou a apresentar três versões diferentes para o crime. O caso ocorreu em Campo Grande.

Conforme informações do boletim de ocorrência, a criança deu entrada na Santa Casa por volta das 16h30 quase sem vida após ser vítima de afogamento. Os médicos tentaram reanimá-lo, mas o menino morreu aproximadamente uma hora depois.

No hospital, o pai contou que pegou um veículo VW FOX emprestado de um amigo e foi com a criança até uma conveniência comprar Toddynho. Ao retornar para o carro, ele teria sido abordado por dois homens armados que teriam sequestraram o menino. O suspeito também relatou que viu a dupla jogando a criança no Rio Anhanduí, na Avenida Ernesto Geisel. Funcionários do hospital desconfiaram da versão e acionaram a polícia.

Uma equipe do Batalhão de Choque da Polícia Militar foi ao hospital e, questionado sobre o caso, Evaldo mudou a versão. Aos policiais, ele contou que havia sido traído pela ex-mulher e queria que ela sofresse.

Pai foi preso pelo Batalhão de Choque da Polícia Militar. (Foto: Divulgação/BCPM)

Evaldo relatou que contou sobre a traição para um amigo e foi aconselhado a matar o filho para se vingar da ex. O suspeito disse que não tinha coragem, mas o rapaz afirmou que ajudaria. Ele teria mandado uma terceira pessoa buscar Evaldo e a criança na casa onde o suspeito morava, no bairro Aero Rancho.

À polícia, Evaldo contou que chegou a casa do amigo, na Vila Nhanhá, onde os dois homens afogaram a criança em uma bacia com água. Em seguida, eles teriam orientado Evaldo a levar o menino ao hospital e inventar uma história sobre o afogamento.

Evaldo foi preso em flagrante e encaminhado à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro. No local, ele novamente mudou a versão do crime e contou que agiu sozinho na própria casa, no Aero Rancho.

O jovem permanece preso na Depac e passará por audiência de custódia ainda nesta sexta-feira (20). A participação dos dois homens no crime está sendo apurada pela Polícia Civil.

Fonte: Campo Grande News

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here