Para evitar prisão do marido por estupro, mulher esconde filha no guarda-roupas

Mulher de 40 anos escondeu a própria filha, de 12 anos, dentro de um guarda-roupas para evitar que o marido, acusado de estuprar a menina, fosse preso. O caso ocorreu na tarde de ontem (14) em Iguatemi, cidade distante a 466 quilômetros de Campo Grande.

Segundo informações da Polícia Civil, na festa de Natal do ano passado, o homem, de 39 anos, foi flagrado beijando a enteada. Apesar da revolta da família com a situação, a mãe da vítima não quis denunciar o marido.

Uma testemunha procurou a DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher) de Naviraí e denunciou o crime. O caso foi investigado e o padastro indiciado por estupro de vulnerável. A Justiça também concedeu medida protetiva para a vítima, impedindo que o acusado se aproximasse.

No final de julho, a polícia recebeu denúncia informando que o acusado continuava morando na mesma casa onde a vítima residia. Ontem, os policiais foram ao local, em uma região de chácaras da cidade.

Ao perceber a presença da polícia, a mãe escondeu a menina dentro do guarda-roupas e disse que a filha estava morando com os avós. Os policiais fizeram buscas pela casa e encontraram a vítima chorando, escondida dentro do móvel.

O padrasto foi preso em flagrante por descumprimento de decisão judicial. A vítima foi encaminhada ao Conselho Tutelar.

Fonte: Campo Grande News

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here