Operação Enterprise mira verdadeiro cartel de drogas em MS e mais oito estados

O dia começou movimentado para agentes da Polícia Federal nesta segunda-feira (22). A organização deflagrou uma maior operação do ano contra lavagem de dinheiro do tráfico internacional de drogas. Foram sequestrados mais de 400 milhões de reais de uma quadrilha especializada em envio de cocaína para a Europa.

Segundo nota oficial à imprensa, forma cumpridos 66 mandados de prisão e 149 de mandados de busca em nove estados diferentes, incluindo o Mato Grosso do Sul por 670 agentes e 30 servidores.

Além de cumprimento de ordens judicias no Brasil, uma operação Enterprise também conta com cooperação da Interpol para prosseguimento de ordens internacionais para a captura de alvos radicados no exterior.

De acordo com o comunicado da PF, “o esquema utilizado pelos criminosos consistia na lavagem de bens e ativos multimilionários no Brasil e no exterior com uso de várias interpostas pessoas (“ laranjas ”) e empresas fictícias, um fim de dar aparência lícita ao lucro fazer tráfico ”.

Ação foi em conjunto com a Receita Federal, porque o tráfico de drogas atualmente está entranhado na elite brasileira e a descapitalização patrimonial é a melhor arma para combater quadrilhas de porte tão grande como essa.

Operação Enterprise se destaca ainda por ser a maior da história em apreensão de cocaína, pois durante a investigação foram anteriores apreendidas 50 toneladas da droga nos portos do Brasil, da Europa e da África.

Deflagrada no Paraná, ações da PF foram coordenadas em Santa Catarina, São Paulo, Mato Grosso, Pará, Minas Gerais, Rio Grande do Norte, Bahia e Pernambuco. Ainda segundo a nota, será transmitida uma coletiva de imprensa online às 9h desta segunda.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here