PM e Guarda Municipal foram à UFGD após alerta de possível invasão

Equipes da Guarda Municipal e da Força Tática da Polícia Militar foram à reitoria da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) na manhã desta quinta-feira (26) por causa de alerta de possível invasão. Quem acionou o reforço de segurança foi a reitora temporária Mirlene Ferreira Macedo Damazio, nomeada em junho deste ano pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub.

Conforme já revelado pelo Dourados News, a polêmica começou no agendamento da 97ª Reunião Ordinária do Conselho Universitário, que deveria ocorrer na sala 304 da Unidade I e não no auditório, onde costumavam ocorrer as reuniões mensais que desde julho sequer eram realizadas.

No entanto, nem mesmo a reitora temporária, que preside o conselho e convocou a reunião, compareceu, embora tenha solicitado reforço da segurança sob a justificativa de ameaça de invasão.

“O vice-reitor e a reitora conversaram comigo ontem por uma hora e informaram ia ter reunião do Conselho e tinha indícios de invasão para atrapalhar a reunião. Trouxeram ofício pedindo apoio para os seguranças da universidade. Pedimos apoio também da Polícia Federal para manter a ordem no local”, explicou ao Dourados News o comandante da Guarda Municipal, Divaldo Machado de Menezes.

Segundo ele, foi definido junto à reitoria que a equipe de segurança da universidade definiria com sua guarnição os detalhes desse trabalho. Fotos enviadas ao Dourados News mostram duas viaturas estacionadas na entrada e quatro guardas no acesso à sala da reitora.

Além disso, uma guarnição da Força Tática da Polícia Militar também foi ao local nesta manhã.

“Mandamos equipe lá para ver o que estava acontecendo. Chegou para nós que teria invasão no prédio da reitoria”, detalhou o comandante do 3º BPM (Batalhão de Polícia Militar), tenente-coronel Carlos Silva.

Questionada pelo Dourados News sobre a mudança de local da reunião via e-mail enviado na quarta-feira (25), a reitoria da UFGD ainda não respondeu.

Fonte: Dourados News

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here