Acordo para resolver assoreamento será assinado no fim do mês, diz prefeito

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), disse nesta quinta-feira (dia 16) que assinará, junto com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), o acordo que prevê obras para resolver definitivamente o assoreamento do lago do Parque das Nações Indígenas.

Nesta semana, o município anunciou que o termo prevê investimentos de R$ 8 milhões e início de obra na primeira quinzena de junho. Hoje, o chefe do Executivo municipal afirmou que “provavelmente” a solenidade de assinatura do acordo será em 25 de maio na sala do governador.

Acrescentou, ainda, que a responsabilidade pela solução é do Executivo estadual, mas que a prefeitura vai se “solidarizar” e também dar contrapartida. Segundo ele, “estamos assistindo” a causa e, sim, a consequência de um problema que começou há 15 anos.

A intervenção começará pelo desassoreamento do lago, o que deve retirar da água 140 mil metros cúbicos de areia com a utilização de escavadeiras hidráulicas.

Segundo o Executivo municipal, o montante previsto abrangerá construção de um piscinão no Córrego Reveillon, localizado entre as avenidas Mato Grosso e Hiroshima; obras de controle de erosão e recomposição vegetal nas margens do Córrego Joaquim Português e implantação de uma comporta de regulação do nível do lago. A água dos dois córregos forma o lago.

Histórico – Desde o começo do ano, as pessoas viram a situação no lago mudar o conhecido cartão postal de Campo Grande. O banco de areia formado, já em tamanho considerável, ‘serviu’ para escrita da palavra “vergonha”, em forma de protesto.

Quem caminha no parque também notou aos poucos a degradação do lago, até um grupo promover um abração em volta para chamar atenção do poder público. Em março, Prefeitura da Capital e Governo do Estado começaram a anunciar que fariam um projeto para, não só desassorear, mas evitar que o quadro volte no próximo período de chuvas intensas.

Em abril, o Executivo estadual divulgou o projeto, mas não detalhou custos nem previsão de início. Agora, o poder público informa mais um passo com a promessa de solução definitiva.

Um termo será assinado entre os Executivos municipal e estadual será assinado nos próximos dias pelo governador Reinaldo Azambuja e o prefeito Marquinhos Trad.

Fonte: Campo Grande News

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here