Presidente do TRT/MS visita Mundo Novo e ressalta importância da Vara do Trabalho para a região

Dr. Nicanor de Araújo Lima, presidente e Corregedor do Tribunal Regional do Trabalho TRT/MS  da 24ª Região, com sede em Campo Grande, fez nesta terça-feira Correição na Vara do Trabalho em Mundo Novo, onde foi recebido pelo juiz presidente Marcelo Baruffi e pelos servidores do órgão.

CORREIÇÃO

Segundo Dr. Nicanor “essa é uma visita que fazemos anualmente em todas as 26 Varas existentes no Estado. São 7 na Capital e 19 no interior, e é uma Correição que fazemos para analisar todos os processos existentes, para orientar o juiz e os servidores, se algum processo já deveria ter sido julgado, enfim é uma visita de rotina, para pedagogicamente, se for necessário alguma orientação, é o momento certo, e também para manter um contato direto entre a presidência, os juízes e os servidores, e também com as comunidades onde as Varas estão situadas”.

PROCESSOS

Segundo Dr. Nicanor, com a reforma trabalhista, houve uma diminuição momentânea na instauração de ações, mas com os julgamentos e as novas orientações dos tribunais, a situação de ações começa a voltar a normalidade, “mas com os advogados orientando seus clientes e sendo mais criteriosos com a instauração de ações. Na Vara de Mundo Novo por exemplo, em 2108 foram 459 processos, sendo que de janeiro a abril de 2018 foram 138 e de janeiro a abril de 20129 o volume já chega a 199, um aumento de 44% de 2018 para 2019”.

IMPORTÂNCIA DA VARA

Dr. Nicanor descartou qualquer risco de fechamento da Vara do Trabalho em Mundo Novo. Segundo ele “descarto categoricamente qualquer risco de fechamento da Vara em Mundo Novo. Não existe sequer por parte desta presidência qualquer pensamento nesse aspecto.  A Vara cumpre seu papel e tem uma grande importância para as comunidades de Mundo Novo, Japorã, Eldorado e Iguatemi e não será fechada de formal alguma, pois está cumprindo 100% com seu papel de levar justiça social aos trabalhadores e em empregadores”, declarou o presidente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here