Lei cria “cota indígena” em desfiles de datas comemorativas e divide opiniões

Desfilar, exibir danças e artesanatos e assegurar representatividade e promoção da “face” indígena da cidade ou “objetificar” e fazer dos índios um instrumento de exibição pública. São duas das opiniões que giram em torno de uma lei aprovada pelo Prefeitura de Campo Grande. Projeto de lei do vereador Handerson Fritz (PSD), a ideia é assegurar a presença de povos indígenas em desfiles cívicos e eventos culturais de Campo Grande.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here