Atiradores eram vizinhos e ex-alunos do colégio

Os autores do massacre na Escola Estadual Raul Brasil são vizinhos. Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25 anos planejaram o massacre e inclusive roubaram um carro para chegar até o local. Os dois são ex-alunos do colégio. A informação foi divulgada nesta tarde pela polícia.

Os dois invadiram a instituição localizada em Suzano, na Grande São Paulo, e atiraram contra estudantes e funcionários na manhã desta quarta-feira (13). Os atiradores cometeram suicídio após encontrarem a Força Tática no local. Segundo autoridades, eles entrariam em uma sala com dezenas de pessoas no Centro de Línguas.

O comandante-geral da Polícia Militar, Marcelo Salles, informou que os dois jovens usaram um revólver calibre 38 e uma besta, arma medieval que dispara flechas. Até o momento, pelo menos 10 pessoas morreram no ataque.

Segundo os policiais, os atiradores atacaram, inicialmente, um lava-jato que estava ao lado do colégio e depois entraram na escola atirando na coordenadora pedagógica, num funcionário e nos estudantes.

Salles disse ainda que os estudantes atacados estavam na hora do lanche. De acordo com ele, os atiradores cometeram suicídio em um dos corredores da escola.

Na parte externa do colégio, o governador de São Paulo, João Doria, disse ter visto hoje a cena mais triste da sua vida. Ele cancelou a agenda e seguiu para o local com autoridades de segurança pública e da área de educação do estado.

No total, 23 pessoas foram encaminhadas a unidades de saúde: Hospital Santa Maria (9), Santa Casa (3), Hospital Luzia de Pinho Mello (2), Hospital Santana (2), Hospital Santa Marcelina (5), Hospital das Clínicas (2).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here