Ricardo Ayache é novamente eleito à presidência da Cassems

O atual presidente da Caixa de Assistência dos Servidores do Estado de Mato Grosso do Sul (Cassems), Ricardo Ayache, foi reconduzido à presidência do plano de saúde, com 97% dos votos válidos. Com a finalização da contagem, dos 12.781 votos válidos, 12.398 beneficiários titulares confiaram seus votos para a Chapa 1: Inovar sempre pra fazer mais, para administrar a Caixa dos Servidores no triênio 2019-2022. O pleito aconteceu na sexta-feira (01).

Conforme os números divulgados pela Comissão Eleitoral, quase 13 mil servidores públicos estaduais compareceram às urnas, sendo que, dentre eles, 2.003 votaram em trânsito, havendo também 213 votos em branco, 65 votos nulos e outros 74 impugnados, totalizando 12.781 votos válidos, que foram destinados à Chapa 1.

As eleições foram representadas por uma única chapa e a comissão eleitoral recolheu votos dos servidores do estado em urnas de votação da capital e em quase todos os municípios do interior.

“O importante é que nós conseguimos mais uma vez, com muito trabalho, muito esforço, com muita ousadia, mas, sobretudo, com muito coração, muita alma, entregar para as pessoas aquilo que elas desejam. Nós conseguimos avançar mais uma vez, mas serão três anos de muito trabalho”, disse Ayache.

A presidente da Comissão Eleitoral das Eleições Cassems, Jucli Stefanello, explica que a estrutura das eleições foi montada com quatro meses de antecedência. “A estrutura montada é grande, todos os organizadores receberam um kit de votação, o treinamento e a estrutura para acolher o beneficiário. Um plano de saúde democrático é inédito e todos os associados titulares têm direito ao voto, a escolher os seus representantes”, contou.

Valdeci Batista Dias é policial civil aposentada e funcionária do estado há 30 anos. Ela conta que deu à luz seus dois filhos por meio da Previsul e ambos foram beneficiários do plano de saúde da Cassems. “Eu acho que nós temos que participar. Não basta ser beneficiário, tem que votar. Escolher o que é melhor para nós ou reeleger quem está trabalhando. Nós temos um dos melhores planos do Brasil que, quando não estamos dentro do estado, podemos apresentar uma carta e receber tratamento à distância”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here