Zeca se afasta por motivos médicos, mas não deixará presidência do PT, diz aliado

Uma operação no quadril vai afastar o ex-deputado federal Zeca do PT da presidência regional do partido nos próximos dias, segundo confirmou o deputado estadual Cabo Almi nesta terça-feira (19). “Mas ele não sai da presidência. A palavra final continua sendo a dele”, reforçou.

Aliados teriam indicado a intenção de Zeca de deixar a presidência da sigla, o que segundo Almi não é verdade. “É fato que ele deve ficar mais afastado, mas é por conta da cirurgia. Estamos inclusive nos organizando para andar pelo Estado, fortalecer o partido. Pretendemos trazer o Fernando Haddad nos próximos dias ao Estado”, disse.

Zeca foi deputado federal, deputado estadual e governador do estado de Mato Grosso do Sul por dois mandatos e é um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores no Estado.

Nas últimas eleições, concorreu ao Senado junto com seu primo, Waldemir Moka, mas ambos não se elegeram.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here