Palhaço suspeito de matar merendeira foi preso por agressão a outra mulher em 2003

Jesus Ajala da Silva, palhaço e animador de festas conhecido como “Sabiá”, principal suspeito de matar a facadas a ex-namorada, a merendeira Silvana Tertuliana Pereira, já foi preso anteriormente, também por crims de violência contra a mulher.

Em março de 2003, o palhaço tentou estuprar e matar uma mulher a facadas, na época com 37 anos, em Aquidauana.

De acordo com informações do site Aquidauana News na época do caso, por conta da agressão, a mulher teve cortes na parte íntima, além de ferimentos por faca no peito e na nuca. Segundo ela, que era vizinha de Jesus, eles estavam na casa dela ingerindo bebida alcoólica e, quando foi dormir, teve o quarto invadido pelo homem.

Neste ano, na última sexta-feira, Sabiá teria matado a ex-namorada a facadas. O corpo da vítima foi encontrado em uma quitinete, na Rua das Valquírias, alugada em nome do suspeito.

Autoridades da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) esperam que Ajala se entregue nesta terça-feira. Informações eram de que ele se apresentaria na delegacia, que fica na Casa da Mulher Brasileira, no Jardim Imá, pela manhã, no entanto, como não apareceu, a possibilidade é de que apareça à tarde.

No local havia vestígios de sangue e, conforme apurado, Silvana foi morta a facadas na quarta-feira (9) e depois levada para a casa abandonada, onde foi deixada enrolada em cobertor. Testemunhas foram ao local colher mangas e se depararam com o corpo. A partir de então, os policiais iniciaram investigações e chegaram a Ajala como principal suspeito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here