Discussão entre donos de conveniências tem disparos com arma de paintball e dedo quebrado

Uma briga entre proprietários de duas lojas de conveniência, do bairro Nova Campo Grande, terminou com os dois feridos na madrugada deste domingo (23). De acordo com o boletim de ocorrência, a confusão generalizada teve agressão com taco de sinuca, dedo quebrado, porte de espingarda de pressão e tiros com arma de paintball.

A Polícia Militar foi acionada por conta da briga e, no local, a proprietária de um dos estabelecimentos relatou que o vizinho, dono de outra loja de conveniência da rua, teria ido até o comércio e os dois discutiram por conta de ficha de sinuca. A mulher alegou que o empresário tentou agredi-la.

Segundo a empresária, neste momento, começou uma briga generalizada e uma pessoa que estava no local atingiu o empresário vizinho com um taco de sinuca. O comerciante foi embora e, segundo a mulher, voltou ao local com uma arma de pressão.

O empresário também é lutador de jiu-jitsu e já esteve envolvido em uma briga com cliente que terminou em morte, com tiros de espingarda com tiros de chumbinho.

Ainda conforme o relato da mulher, o filho dela, de 18 anos, pegou uma arma de paintball e fez quatro disparos contra o comerciante vizinho – que atingiu a região do tórax.

O empresário também deu a versão dele à PM. Ele afirmou que não viu quem o atingiu com o taco de sinuca, que foi atingido pelos tiros de arma de paintball disparados pelo filho da vizinha e negou ter arma de pressão.

No fim da briga, o empresário terminou com um corte na cabeça e a empresária com um dedo da mão quebrado. O caso foi registrado como lesão corporal recíprocas na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro.

Posteriormente, durante a manhã, o empresário compareceu à Polícia Civil para registrar a ocorrência.

Na sua versão, ele foi até o estabelecimento da vizinha e colocou R$ 5 em uma máquina de música. Segundo ele, a vizinha parou a máquina antes de as músicas compradas acabarem, ou seja, se apoderou dos créditos. A situação teria dado origem à confusão.

O homem alegou à polícia ter sido agredido pela mulher, pelo marido dela e pelo filho, com taco de sinuca e garrafadas. A mulher dele teria tentado intervir e também foi agredida, além de o casal ter sido alvo dos tiros de arma de paintball.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here