Baleado, andarilho garante ser cientista e ter caminhado uma hora para pedir socorro

Sem barulho de tiros na Vila Carvalho neste sábado (10). Mas a vizinhança da Rua Rosa Cruz foi surpreendida quando um conhecido andarilho da região apertou a campainha de um deles, interrompendo o almoço do final de semana. O motivo? Um tiro na perna.

Sangrando bastante, o homem que aparenta ter 30 anos disse que foi baleado na canela no Bairro Chácara Cachoeira e que foi empurrando a bicicleta que estava com ele até a Vila Carvalho.

O trajeto, segundo o Google Maps, levaria uma hora para ser feito a pé. Segundo os Bombeiros e policiais militares que atenderam a ocorrência, algo pouco provável por conta da gravidade do ferimento.

Do Chácara Cachoeira até a Vila Carvalho, um trajeto que demoraria uma hora para ser percorrido (sem levar em conta um tiro na perna, claro).

O andarilho, no entanto, garante que não foi ferido nas proximidades do endereço onde pediu ajuda. Afirmando ser cientista, disse não portar os documentos porque eles foram apreendidos por conta ‘da sua profissão’.

Vizinhos garantem que ele sempre está na região, andando. No entanto, nunca teria pedido nada a ninguém.

Visivelmente desorientado, o homem foi encaminhado para a Santa Casa para remover o projetil do ferimento. A Polícia Militar faz buscas nas regiões informadas pela vítima para tentar achar quem atirou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here