Paraguaio que roubou arma de segurança de Nelsinho Trad é preso após roubar 17 veículos

Foi preso na noite dessa quarta-feira (7), o paraguaio Renner Pimentel, 22 anos, ele é suspeito de chefiar uma quadrilha de roubos de veículos em Dourados, cidade distante a 225 quilômetros de Campo Grande. Com ele policiais do SIG (Serviço de Investigação Geral) encontraram a pistola roubada do segurança do candidato eleito ao Senado, Nelsinho Trad (PTB).

Segundo informações do delegado Rodolfo Daltro, a arma foi recuperada após Renner e um outro comparsa de 35 anos roubarem duas motocicletas na cidade. Eles trocaram tiros com a polícia e conseguiram fugir.

Foi realizado um cerco à cidade para evitar que a dupla fugisse para o Paraguai. Policiais ficaram sabendo que os bandidos estavam escondidos em uma casa localizada na sitioca Campo Belo, lá eles foram encontrados e presos. Renner ainda apontou o local onde ele havia escondido um outro revólver, calibre 22 que estava embaixo de uma vegetação.

Policiais descobriram ainda que um táxi, vindo de Ponta Porã, estava a caminho de Dourados para levá-lo até Pedro Juan Caballero. Foi realizada abordagem ao táxi, onde se encontravam a namorada, a sogra e o cunhado de Renner. Eles alegaram que o mesmo havia lhes telefonado e pedido para que eles os buscassem em Dourados. Questionados se possuíam participação na série de roubos, os três negaram, mas disseram desconfiar de que o autor estava cometendo crimes pois ele andava “cheio de dinheiro no bolso”.

Crimes

Considerado como sendo de extrema periculosidade, a quadrilha que tinha Renner como chefe, havia roubado 17 veículos, entre camionetes e motocicletas de altas cilindradas, nos últimos seis meses em Dourados, conforme informações do delegado Rodolfo Daltro.

Renner foi preso anteriormente em agosto, após roubar uma camionete e uma motocicleta em Dourados. Ele foi preso na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero na posse desses bens e de arma de fogo. “Apesar de formalmente solicitada a expulsão de Renner para o Brasil, uma vez que foi expedido mandado de prisão contra ele, o governo paraguaio o liberou”, diz o delegado.

Ele e outros integrantes da quadrilha roubaram em curto espaço de tempo três camionetes Hillux e aproximadamente 10 motocicletas. Renner e sua quadrilha também foram os autores da tentativa de roubo à camionete onde se encontrava o candidato eleito ao senado Nelson Trad, no dia 28 de setembro, ocasião em que foi roubada uma pistola portada por seu segurança.

No último dia 25, Rodrigo Ferreira Dias, 19, e Arthur Rodrigues Neto, 18, integrantes da quadrilha, morreram após durante confronto com policiais civis e militares, na ‘favelinha’ do bairro Estrela Verá. Eles iriam roubar uma camionete ou uma SUV de luxo em Dourados. Equipes formadas pelo SIG e Polícia Militar identificaram o imóvel na “Favela do Estrala Verá” onde Renner e seus comparsas encontravam-se escondidos. Ao chegarem ao local disparos foram efetuados contra os policiais. Na época o paraguaio com a pistola roubada do segurança, efetuou vários disparos contra os agentes públicos e conseguiu fugir, embrenhando-se em um matagal.

Na noite da última terça-feira (6), Renner e um comparsa, um menor de 17 anos que ele trouxe de Pedro Juan Caballero, roubaram duas motocicletas em Dourados, sendo uma de alta cilindrada. A ação acabou em perseguição e troca de tiros entre os bandidos e a polícia, na ocasião Renner acabou fugindo e deixando a pistola.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here