Mais uma vez Assembleia deixa de votar projetos por falta de quórum

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul deixou de votar projetos de leis, mais uma vez, por não ter quantidade de deputados estaduais presentes suficiente na sessão desta quinta-feira (dia 18).

A situação já ocorreu em outras semanas, especialmente neste período eleitoral. O presidente da Casa de Leis, deputado Junior Mochi (MDB), se reuniu com os parlamentares ontem, justamente quando foi pedida a frequência dos deputados para que as propostas de leis sejam votadas até o fim do ano.

Nesta manhã, a sessão, além de ter poucos presentes, já começou tarde, por volta das 10 horas e seguiu até 10h40.

No momento que seria destinado às votações, estavam no plenário: José Almi Pereira Moura, conhecido como Cabo Almi (PT); Herculano Borges (SD); João Batista dos Santos, conhecido como João Grandão (PT); Paulo Corrêa (PSDB); Grazielle Machado (PSD); José Carlos Barbosa, conhecido como Barbosinha (DEM); Zé Teixeira (DEM); Paulo Siufi (MDB) e Jorge Takimoto (MDB).

Ou seja, 10 parlamentares, quando o necessário seria, no mínimo, 13. O deputado Paulo Corrêa (PSDB) estava presidindo a sessão e leu a justificativa de ausência dos parlamentares Beto Pereira (PSDB); Márcio Fernandes (MDB); Maurício Picarelli (PSDB); Onevan Matos (PSDB); Mara Caseiro (PSDB) e Antonieta Amorim (MDB).

José Almi, conhecido como Cabo Almi, disse que espera que, a partir do dia 28 de outubro, quando termina de fato o período eleitoral, os deputados voltem a ir às sessões para que todos os projetos possam ser votados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here